Boa Tarde, hoje é dia 23 de Janeiro de 2021 - Belém / PA
(91) 3222-8111
Temos o imóvel que você procura !
Código:
Notícias
30/11/2020
Passo a passo: aprenda como funciona o financiamento Caixa
 
 Na hora de adquirir a casa própria ou pensar em investimento imobiliário, é normal que venha à cabeça o financiamento Caixa. Veja como consegui-lo!
Na hora de adquirir a casa própria ou pensar em investimento imobiliário, é normal que o financiamento pela Caixa venha à mente como a primeira opção. Veja como consegui-lo!
financiamento pela Caixa Econômica Federal é uma das primeiras opções quando pensamos em adquirir a casa própria ou cogitamos o investimento imobiliário. Trata-se de uma das modalidades mais conhecidas e buscadas pelos brasileiros, que procuram juros menores e mais facilidade para parcelar o valor do imóvel.
Nos últimos anos, aconteceram algumas mudanças na instituição, o que gerou algumas dúvidas sobre como funciona o financiamento e como fazer uma proposta para a Caixa.
Quer saber tudo sobre o assunto e ficar mais perto do seu sonho realizado? Continue a leitura deste post e veja como pode ser fácil chegar lá!
 
Financiamento pela Caixa: o que você precisa saber:
Antes de você entender o que deve ser feito para conseguir o seu financiamento, é importante se atentar a alguns critérios adotados pela instituição bancária. Veja!
Valor parcelado
Antigamente, a Caixa Econômica Federal parcelava no máximo 60% do valor do imóvel. Hoje, esse financiamento pode chegar a 70%. Imóveis na planta ou em construção podem ter esse valor ainda mais elevado: até 80%, caso a propriedade valha mais do que R$ 750 mil.
Limite
Antes, era possível financiar imóveis que custassem no máximo R$ 1,5 milhão. Atualmente, propriedades de R$ 3 milhões podem ser autorizadas pela instituição. É importante, no entanto, se atentar aos demais critérios estabelecidos pela Caixa.
Redução da taxa de juros no financiamento da Caixa
Além das regras já citadas para o financiamento, houve mudanças na redução de juros para crédito imobiliário na Caixa Econômica. A medida foi tomada depois de o Comitê de Política Monetária (Copom) reduzir a taxa Selic para 4,5% ao ano. Esse é o menor percentual desde 1999, quando foram adotadas medidas para diminuir a inflação.
A redução dos juros contempla as modalidades SFH (Sistema Financeiro de Habitação) e SFI (Sistema Financeiro Imobiliário), além dos imóveis residenciais que ainda estão com saldo devedor atualizado pela TR (Taxa Referencial). Na prática, a taxa mínima para imóveis residenciais será no valor da TR + 6,5% ao ano.
 
Passo a passo para obtenção do financiamento
Listamos os passos para você conquistar a sua casa própria. Continue a leitura e veja como é mais simples do que você pensava!
 
Passo 1: a escolha do imóvel
A primeira coisa que você deve fazer para conseguir um financiamento pela Caixa é escolher o imóvel. Não é necessário bater o martelo, mas ter uma ideia do valor da propriedade que vai ser financiada já é um bom começo.
Pesquise nos portais de imóveis e faça um levantamento de valores de casas e apartamentos que atendam às necessidades da sua família. Não se esqueça de já considerar localização, o tamanho da propriedade e outros critérios que podem ser importantes para a sua escolha e que interferem no valor a ser pago pelo bem.
 
Passo 2: a simulação do financiamento
Agora que você tem uma ideia do valor que vai ser financiado, a dica é simular como vai ficar o parcelamento dessa quantia. Por meio do site da Caixa, é possível você visualizar o valor das parcelas, o valor que vai ser necessário oferecer como entrada e as taxas que são incluídas no valor do imóvel.
Essa etapa é importante para que você consiga adaptar os valores dos imóveis à sua realidade financeira. Além disso, você vai ver, de fato, quanto vai ter à sua disposição mensalmente para honrar esse compromisso.
A partir desse momento, vale a pena considerar outras despesas, como o pagamento de tributos, da documentação e dos custos com cartório. Além dessas, você já pode somar ao valor das prestações a taxa de condomínio (se for o caso), o IPTU, as contas de água e energia, entre outras.
 
Passo 3: a documentação necessária
Viu qual é o valor de imóvel viável para não comprometer demais o seu orçamento? É hora de conferir o que precisa ser apresentado ao banco. Vá até a Caixa Econômica e faça seu cadastro com tudo o que precisa para dar andamento ao processo (acompanhe os detalhes sobre a documentação no próximo tópico deste artigo).
Caso você tenha saldo no FGTS, lembre-se que é possível utilizá-lo para contribuir com a entrada que você deve pagar. Quanto mais você abater desse valor, menores vão ser as parcelas do financiamento. O Fundo de Garantia também pode ser usado mais tarde, para amortizar a dívida.
 
Passo 4: a pré-aprovação
Essa etapa costuma gerar muita ansiedade, então respire fundo! A Caixa Econômica costuma demorar pelo menos cinco dias úteis para dar a resposta da pré-aprovação. Se tudo der certo, você vai receber os detalhes da sua compra, como prazo de pagamento, valor de entrada e taxa de juros.
Lembre-se de conferir tudo para ter a certeza de que está fazendo um bom negócio e de que é possível arcar com as despesas.
 
Passo 5: a avaliação
Nessa etapa, uma equipe de profissionais da CEF deve avaliar o imóvel em que você manifestou interesse. Vão ser analisados os documentos do vendedor e se a propriedade está dentro do que é permitido pelo financiamento da Caixa.
Por causa dessa vistoria, é bem importante que o imóvel escolhido tenha sido bem avaliado por você no momento da busca. Isso acontece porque determinadas condições físicas ou a falta de documentação pode colocar tudo a perder.
O laudo final da etapa costuma ser concluído em até 15 dias, seguido da aprovação e da assinatura do contrato. É, finalmente, a hora de parar de procurar casas para comprar e começar a pensar na sua mudança.
 
Benefícios do financiamento
Documentação necessária para conseguir um financiamento na Caixa:
Quem está pensando em conseguir crédito para fazer um financiamento pela Caixa também deve se atentar aos documentos exigidos pela instituição. Confira a lista completa e deixe a papelada preparada!
Documento de identidade
O primeiro documento da lista é o de identificação do solicitante. É importante que ele esteja dentro do prazo de validade (até 10 anos) e em bom estado de conservação. Documentos rasgados ou com rasuras não são aceitos.
Além do RG, outros documentos servem como comprovação de identidade.
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH): deve estar dentro da validade. É importante cuidar para que, durante o processo de aprovação, o documento se mantenha dentro do prazo.
  • Documentos profissionais: carteiras profissionais de órgãos como OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e CRM (Conselho Regional de Medicina) valem como documento de identificação.
CPF (Cadastro de Pessoa Física)
O CPF também é documento obrigatório para que você consiga seu financiamento pela Caixa. Caso o seu documento de identificação apresente o número, como a CNH, não é necessária outra forma de comprovação. Se for preciso, você pode imprimir o comprovante de inscrição no site da Receita Federal.
Comprovante de estado civil
Quem é solteiro, deve apresentar certidão de nascimento. Casados, por sua vez, devem levar a certidão de casamento. Quem passou por divórcio ou separação pode apresentar a averbação. É importante lembrar que, se você for casado, também são necessárias a assinatura e a documentação do seu cônjuge.
Comprovante de endereço
Para solicitar crédito para o financiamento imobiliário da Caixa, é imprescindível a apresentação de comprovante de residência. Esse documento deve estar atualizado e, preferencialmente, em nome do solicitante. Valem como comprovantes as correspondências, as contas de consumo e o contrato de aluguel, se houver.
Comprovante de renda
Esse é um dos principais documentos, já que atesta a possibilidade de adimplência do proponente. Dependendo da atividade econômica realizada, há algumas mudanças, que mostramos a seguir.
Empregado formal
Assalariados podem apresentar o holerite atualizado.
Empresários
Donos de empresas precisam apresentar pró-labore do último mês ou declaração de Imposto de Renda do último ano.
Trabalhador informal
Quem tem renda informal precisa atestar no máximo R$ 1.903,98. É possível apresentar extrato bancário e há a possibilidade de somar renda formal e informal. Também pode ser exigida a apresentação de fatura de cartão de crédito, conta de telefone e outras declarações.
Declaração de Imposto de Renda
Quem não é isento e declarou Imposto de Renda precisa apresentar o documento completo, com folha de rosto e recibo.
Extrato de FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço)
Se você quer utilizar o saldo do seu FGTS para amortizar a entrada do financiamento pela Caixa, é preciso apresentar o extrato atualizado.
Carteira de Trabalho
Assalariados devem apresentar a Carteira de Trabalho. Para isso, faça cópias da folha de rosto, da folha de classificação, dos contratos de trabalho e da folha em que consta o número do PIS.
Dicas para agilizar a sua aprovação no financiamento da Caixa
Sabemos que o momento da compra do imóvel costuma envolver muita ansiedade e até certa apreensão — em especial quando a opção é o financiamento. No entanto, há algumas atitudes que você pode tornar para tornar esse processo mais ágil. Confira!
Manter o nome limpo
Uma coisa é certa: raramente você vai conseguir ter o crédito aprovado se tiver o nome em serviços de proteção de crédito (Serasa, SPC etc.). Se você tiver alguma dívida não paga, é bom resolver a pendência antes de iniciar o processo de pedido de financiamento na Caixa.
Uma recomendação é procurar os seus credores e negociar o pagamento da dívida. Tente obter descontos nos juros e possibilidade de parcelamento.
Reunir os documentos antecipadamente
Você viu, pouco antes, que a documentação para o financiamento do imóvel pela Caixa é extensa e precisa estar atualizada. Em alguns casos, a instituição pode aumentar a lista de documentos pedidos.
O ideal, portanto, é que você verifique se não há nada vencido e se tem toda a papelada em mãos. Caso contrário, procure o cartório ou outros estabelecimentos para a regularização dos documentos.
Ter um bom valor de entrada
Quanto mais você puder pagar assim que assinar o contrato, melhores serão as condições do financiamento pela Caixa — e mais rapidamente o crédito vai ser liberado. O mais recomendado é que você tenha pelo menos 30% do valor a ser pago pelo bem, financiando o restante em parcelas mais suaves.
Contar com ajuda profissional
Para não errar em todo esse processo de obtenção de crédito, o ideal é ter ao seu lado um corretor imobiliário de confiança. Esse profissional tem experiência nessas negociações, sabe exatamente qual é a documentação necessária, onde obtê-la e quais são os trâmites para uma aprovação mais rápida.
 
Como funciona a abertura de conta para o financiamento na Caixa
Se você já tiver uma conta na Caixa, todo o processo vai ser facilitado, inclusive a aprovação do crédito. Caso contrário, é preciso abrir uma conta para fazer o pagamento das parcelas do financiamento.
Para que isso aconteça, é necessário levar a seguinte documentação ao banco:
  • CPF e documento de identidade originais e dentro da validade;
  • comprovante de renda;
  • comprovante de residência.
O site da Caixa permite que esse processo seja iniciado pela internet, mas depois vai ser preciso comparecer ao banco para apresentar os documentos exigidos.
Viu como o financiamento pela Caixa pode acontecer sem muitos problemas? Basta traçar um planejamento e saber tudo o que vem pela frente para fazer uma excelente negociação e realizar seu sonho. Na compra e venda de imóveis, é essencial prestar atenção a todos os detalhes.
Aproveite o interesse no assunto e saiba tudo sobre o financiamento de imóveis com juros reduzidos antes de decidir sobre a instituição escolhida!
 
 
 
 
Fonte: Imovelweb
Outras Notícias
17
10
5 tendências do mercado imobiliário em 2020
[+] saiba mais
26
10
O que você sabe sobre a Lei do Inquilinato? Vamos esclarecer suas dúvidas sobre esse recurso que pode ser muito útil tanto para o proprietário quanto para o inquilino.
[+] saiba mais
31
10
Os 5 principais tipos de garantias para alugar um imóvel
[+] saiba mais
05
11
Built to suit: entenda como funciona essa forma de locação imobiliária.
[+] saiba mais
06
11
O Momento De Investir Em Imóveis É Agora
[+] saiba mais
08
11
Tão pequena, tão encrenqueira: A vaga de garagem
[+] saiba mais
19
11
Tendências do Mercado Imobiliário para o 2º Semestre de 2020
[+] saiba mais
24
11
Entenda o que mudou com a aprovação da nova lei dos distratos imobiliários
[+] saiba mais
09
12
Casa Verde e Amarela: Especialista explica os principais pontos do novo programa habitacional do Governo Federal
[+] saiba mais
15
12
8 cuidados que você precisa ter ao fazer permuta de imóveis
[+] saiba mais
 
Voltar
INFORMAÇÕES
Inicial
A Imobiliária
Pesquisa Completa
Imóveis para Venda
Imóveis para Locação
Financiamento
Notícias
Links Úteis
Eventos
Faça parte de nosso time
Fale Conosco


NOTÍCIAS
15 de Janeiro
O Que É INCC, VGV, Habite-Se E Incorporação Imobiliária E Qual A Importância?
12 de Janeiro
Mercado imobiliário em 2021: melhora da economia deve impulsionar setor
08 de Janeiro
Como A Portabilidade Pode Ser Usada No Financiamento De Imóveis
22 de Dezembro
Mercado imobiliário 2020 e 2021: o que esperar do setor?




Oportunidade em Destaque
Cód: V-01
Belém - MARAMBAIA
Apartamento para Venda
*Fratelli Imobiliária* PIAZZA TOSCANA Apresentamos a vocês PIAZZA TOSCANA um ótimo investimento e moradia dos sonhos, com uma área de lazer vasta e repleta de opções, uma infraestrutura excelente feita e planejada especialmente pra você e sua fam&ia...
Consultar o valor
Últimos Imóveis Cadastrados Imóveis Mais Vistos
Casa para Venda
Belém - JURUNAS
Valor:
R$ 380.000,00
4 dormitórios
4 banheiros
Casa para Locação
Belém - Castanheira
Valor:
R$ 3.000,00
Área 445,00
3 dormitórios
5 banheiros
Apartamento para Venda - Cód: V-01
Belém - MARAMBAIA
Valor:
Consultar o valor
3 dormitórios
2 banheiros
Casa em Condomínio para Venda - Cód: V-12
Marituba - Reserva Jardins
Valor:
R$ 950.000,00
4 dormitórios
2 banheiros
redesp_facebook.pngredesp_instagram.png
  • Olá, Tudo bem?

    13:26

  • Tem alguma dúvida, gostaria de mais informações?

    13:26

  • Entre em contato via whatsapp

    13:26

icone-whatsapp 1
NÃO ACHOU O SEU IMÓVEL?
Informe as características do imóvel que deseja.
NEGOCIE O SEU IMÓVEL CONOSCO!
Oferecemos o melhor suporte a negociação do seu imóvel.
ATENDIMENTO PERSONALIZADO
Entre em contato com a gente para que possamos ajudar.
www.fratelliimobiliaria.com.br

FRATELLI IMOBILIÁRIA 
CRECI 404-J

Av. Tavares Bastos, 1533 Sala 1
Marambaia - Belém / PA – CEP 666015-005
(91) 3222-8111 (91) 98113-7711
miranda@fratellinet.com.br





 
A FRATELLI IMOBILIÁRIA iniciou suas atividades em 2011 visando construir a sua história no mercado imobiliário de Belém, de forma sólida, confiável e duradoura. Trata-se de imobiliária atuante no mercado, com um histórico íntegro e de ótimas negociações. Ética profissional e transparência são imprescindíveis no mercado imobiliário. A busca pela excelência é à maneira de crescimento neste mercado, sendo assim, a FRATELLI IMOBILIÁRIA oferece para o seus clientes um atendimento personalizado, o que resulta em segurança a todos os neg&oacut...
(91) 3222-8111
miranda@fratellinet.com.br
Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias