Boa Madrugada, hoje é dia 09 de Dezembro de 2021 - Belém / PA
(91) 3222-8111
Temos o imóvel que você procura !
Código:
Notícias

O que você sabe sobre a Lei do Inquilinato? Vamos esclarecer suas dúvidas sobre esse recurso que pode ser muito útil tanto para o proprietário quanto para o inquilino.

26/10/2020 - O que é a Lei do Inquilinato ?

noticias

 
 Se você mora de aluguel ou já alugou algum espaço, provavelmente já ouviu falar sobre a Lei do Inquilinato. É ela que regula o mercado de aluguel de imóveis residenciais e comerciais. Por esta razão, inquilino e proprietário devem ler com calma seu conteúdo, antes de fechar qualquer acordo.
Pensando nisso, vamos falar neste artigo sobre o assunto, tentando esclarecer alguns pontos importantes para que fique fácil compreender melhor sobre a Lei, como funciona e quais são seus benefícios.
O que é a Lei do Inquilinato?
Lei do Inquilinato (Lei nº 12.112/09, que altera a Lei nº 8.245/91) é a que regula o mercado de locação de imóveis e traz uma série de direitos e obrigações tanto para o inquilino quanto para o proprietário. São regras que, se bem seguidas, garantem tranquilidade para ambas as partes.
Vale observar que as leis podem passar por atualizações. Com a Lei do Inquilinato não é diferente, e ela passou por uma revisão em 2012 para dar mais equilíbrio e segurança aos contratos.
Após atualização da Lei, o item sobre devolução do imóvel, por exemplo, passou por mudanças importantes. Em caso de despejo, o inquilino tem 30 dias para deixar o imóvel. Antes, o prazo era de até 6 meses.
Já em casos de contratos sem garantia, o locatário que faltar com o pagamento do aluguel pode ter que desocupar o imóvel em até 15 dias.
Os direitos e deveres do inquilino e do proprietário
A primeira questão a ser observada em qualquer contrato de aluguel diz respeito ao prazo, podendo este ser por tempo determinado ou indeterminado. Quando o contrato tem um período pre definido, a renovação pode ser automática, caso nenhuma das partes se manifeste para que o acordo seja rompido.
Contudo, em contratos por tempo indeterminado, o seu término pode ocorrer caso o inquilino não cumpra com seu dever de pagar o aluguel ou outros encargos.
Questões muitas vezes simples como esta acima precisam ser bem compreendidas para que não haja atritos entre as partes nem quebra de contrato. Quando você conhece bem os direitos e deveres, fica ainda mais simples entender cada uma das cláusulas.
Pensando nisso, vamos explicar alguns dos principais direitos e deveres do inquilino e do proprietário que devem receber uma atenção especial:
Direitos
Recebimento do imóvel em perfeito estado
O inquilino tem direito de receber o imóvel em perfeitas condições para moradia, podendo inclusive reclamar com a imobiliária      caso ele ache que o imóvel está inabitável.
Isenção de taxas abusivas de condomínio
Caso o imóvel para alugar seja parte de um condomínio, o inquilino deve arcar apenas com as taxas ordinárias. Essas taxas são, geralmente, referentes aos gastos com manutenção do condomínio, pagamento de salários, zeladoria, limpeza e reposição de fundo de reserva.
Já as despesas extraordinárias, que são oriundas de gastos atípicos como reformas estruturais ou indenizações trabalhistas, devem ser pagas pelo locador. A Lei do Inquilinato protege bem o inquilino em relação às taxas abusivas.
Indenização por benfeitorias e reformas
Todo inquilino tem direito a ser reembolsado caso tenha que pagar por um reparo no imóvel, desde que se enquadre na modalidade “benfeitoria necessária”. Esse tipo de reforma é aquela que mantém as condições de uso do imóvel, como reparo nas instalações elétricas, conserto de encanamento etc.
As benfeitorias voluntárias que dizem respeito à estética do imóvel, como pintura e troca de janelas, não são indenizáveis. Elas devem ser feitas apenas com autorização prévia e comprovada do proprietário.
Deveres
Para que a Lei do Inquilinato seja eficaz e boa para todos os envolvidos, separamos também alguns deveres do inquilino:
Pagar o aluguel e as demais despesas da casa dentro do prazo
O primeiro dever de um inquilino é se manter em dia quanto ao pagamento do aluguel e outros gastos estabelecidos no acordo de locação. A forma de pagamento e as datas também devem seguir o que está no contrato assinado.
O locatário que não cumpre esse acordo pode ser punido com uma ação de despejo ou outra sanção prevista. Além disso, terá que pagar tudo que deve ao proprietário, com juros previstos no acordo de locação.
Devolver o imóvel no estado em que o recebeu
Assim como o inquilino deve pagar as contas e o aluguel em dia, é seu dever devolver o imóvel no mesmo estado em que o encontrou no início da locação. Da mesma forma que é feito antes da mudança, a imobiliária faz uma vistoria final, levando em conta as condições que foram registradas em um primeiro laudo.
O inquilino que não devolver o imóvel nas mesmas condições que recebeu, tem o período determinado em contrato para fazer os devidos reparos. Caso não sejam realizados, o locatário pode ser multado ou ter parte da caução.
Como funciona se houver quebra de contrato?
Quando a quebra de contrato é da parte do inquilino, a legislação determina que seja feito pagamento proporcional ao período estipulado no documento. Não havendo prazo, pode existir uma porcentagem desses valores prevista no contrato.
Em alguns casos, na ausência de qualquer uma dessas determinações citadas, é possível que os valores sejam solicitados judicialmente.
É importante deixar claro que, na maioria das quebras de contrato por parte do inquilino, pode ser cobrada uma multa. Porém, existe uma exceção: quando a quebra contratual ocorre devido a uma alteração no trabalho do inquilino que o obrigue a ser transferido. De qualquer forma, é preciso notificar o proprietário com pelo menos 30 dias de antecedência, para que não ocorra a cobrança.
 
 




Fonte: Azulis

Outras Notícias

Arrematei um Imóvel em Leilão e tem ocupantes. E agora?

Normalmente, quando você participa de um Leilão de Imóveis e seu lance é o vencedor, legalmente este imóvel já...

Dados apontam que mercado imobiliário de alto padrão já cresceu 247% em 2021

Um novo olhar sobre a casa causado pela pandemia, juros baixos e a super alta do dólar provocaram um aquecimento geral do mercado imobili&aacut...

Comprar imóveis? Só com corretor de imóveis!

Nós que vivemos o dia a dia do mercado imobiliário conhecemos muito bem a importância do corretor de imóveis para os proces...

Confira a diferença entre loft, flat e kitnet

Conhecer as opções disponíveis no mercado facilita na hora de adequar as expectativas do que o cliente geralmente espera. Confira...

Apesar da pandemia, o mercado imobiliário continua em crescimento, e a aquisição em um imóvel de alto padrão pode ser uma opção de investimento.

O mercado imobiliário voltou a registrar alta de lançamentos e vendas em 12 meses, o que não acontecia desde fevereiro de 2020. M...

ITBI: O QUE É E POR QUE DEVO PAGAR?

Você sabia que, para realizar sonho da casa própria, é preciso passar por algumas etapas burocráticas? Apesar disso ser bas...

Está comprando um imóvel ? Já ouviu falar de ARRAS ou Sinal de Negócio ?

Se você já comprou um imóvel já ouviu falar no tal “sinal de negócio”. O intuito dele é trazer pa...

Apontamentos sobre o contrato de Comodato

Existem, como se sabe, diversas espécies de contratos. Alguns contratos são típicos, tendo, portanto, seus contornos mínim...

Corretor de imóveis como segundo emprego. Isso pode dar certo?

Ingressar em uma nova carreira não é fácil. Seja por ter acabado de descobrir onde mora o seu talento ou por ainda não te...

Veja Como Pagar Menos Juros E Amortizar O Financiamento Imobiliário

A compra da casa própria é para muitos brasileiros seu maior investimento e maior comprometimento financeiro por muitos anos. Mas tendo...
INFORMAÇÕES
Inicial
A Imobiliária
Pesquisa Completa
Imóveis para Venda
Imóveis para Locação
Notícias
Links Úteis
Eventos
Faça parte de nosso time
Fale Conosco


NOTÍCIAS
de
Arrematei um Imóvel em Leilão e tem ocupantes. E agora?
de
Dados apontam que mercado imobiliário de alto padrão já cresceu 247% em 2021
de
Comprar imóveis? Só com corretor de imóveis!
de
Confira a diferença entre loft, flat e kitnet


Oportunidade em Destaque
Belém - Canudos
Prédio para Venda
Prédio com 3 pavimentos em Canudos, perto de tudo, ótima oportunidade para trabalhar e morar no mesmo lugar ! Pavimento térreo (comercial): garagem 2 vagas, salão de recepção, sala diretoria, lavabo clientes, amplo depósito com pallets e 4 amplos s...
R$ 850.000,00
Últimos Imóveis Cadastrados Imóveis Mais Vistos
Casa para Venda
Belém - Campina
Valor:
R$ 750.000,00
5 dormitórios
3 banheiros
Casa para Venda
Belém - CREMAÇÃO
Valor:
R$ 350.000,00
4 dormitórios
3 banheiros
Apartamento para Venda - Cód: V-01
Belém - MARAMBAIA
Valor:
Consultar o valor
3 dormitórios
2 banheiros
Apartamento para Venda
Belém - NAZARÉ
Valor:
R$ 850.000,00
Área 260,00
4 dormitórios
6 banheiros
redesp_facebook.pngredesp_instagram.png
  • Olá, Como vai?

    04:11

  • Tem alguma dúvida, gostaria de mais informações?

    04:11

  • Entre em contato via whatsapp

    04:11

icone-whatsapp 1
NÃO ACHOU O SEU IMÓVEL?
Informe as características do imóvel que deseja.
NEGOCIE O SEU IMÓVEL CONOSCO!
Oferecemos o melhor suporte a negociação do seu imóvel.
ATENDIMENTO PERSONALIZADO
Entre em contato com a gente para que possamos ajudar.
www.fratelliimobiliaria.com.br

FRATELLI IMOBILIÁRIA 
CRECI 404-J

Av. Tavares Bastos, 1533 Sala 1
Marambaia - Belém / PA – CEP 666015-005
(91) 3222-8111
contatos.fratelli@gmail.com





 
A FRATELLI IMOBILIÁRIA iniciou suas atividades em 2011 visando construir a sua história no mercado imobiliário de Belém, de forma sólida, confiável e duradoura. Trata-se de imobiliária atuante no mercado, com um histórico íntegro e de ótimas negociações. Ética profissional e transparência são imprescindíveis no mercado imobiliário. A busca pela excelência é à maneira de crescimento neste mercado, sendo assim, a FRATELLI IMOBILIÁRIA oferece para o seus clientes um atendimento personalizado, o que resulta em segurança a todos os neg&oacut...
(91) 3222-8111
contatos.fratelli@gmail.com
Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias